U.T.R.

UniÃO Dos Templos de Reed

No grande cisma, ocorrido no decimo primeiro século, várias famílias controlavam as cidades dos sistemas estelares das colônias. Uma destas famílias era reverenciada por serem pioneiros nos processos de colonização e por sua devoção às figuras do passado. Com esse poder, eles tiveram grande impacto no período do cisma e foram responsáveis pela fundação da U.T.R. 

A Família Reed

Os avanços tecnológicos desenvolvidos pela família Reed, no processo de colonização, chamava a atenção das colônias. Ao longo das eras e ainda nos tempos atuais, grandes máquinas Terraformadoras produzidas nas naves de colonização, utilizando peças da grande nave Alvorada, dão vida aos planetas. Essas grandes máquinas são enviadas a várias regiões dos planetas candidatos a terraformação. Uma vez incrustadas no terreno de um planeta, seus poderosos reatores começam a operar as matrizes genéticas, controladas por inteligências artificiais desenvolvidas pela família Reed. As máquinas, então, criam vidas melhoradas pela cibernética nas forjas genéticas. Essas máquinas começam a engenharia planetária, criando seres vivos novos, responsáveis por mudanças climáticas e dando origem a biomas customizados às condições possíveis que o planeta oferece. Algumas vezes, naves rebocam imensos asteroides ou cometas de gelo ou de outros elementos minerais, criando oceanos e trazendo recursos minerais aos planetas. Todo esse processo, quando chega a um determinado momento favorável a habitação, dá origem às cidades. Geralmente construídas ao entorno ou sob as grandes máquinas que permitem a vida nos planetas colonizados. 


A família Reed desenhou vários processos que aceleraram as colonizações, novas tecnologias nasceram e permitiram as colônias florescer rapidamente. Influente, no período do grande cisma, a família Reed também era conhecida por seu apreço a construção de Templos aos Deuses que seguiam. Nesse processo de erguer os templos, os Reed formavam laços com outras famílias e, rapidamente, essa visão comum de que as tradições eram importantes, parte de sua identidade cultural, porém, que jamais deveriam criar dogmas ou restrições, gerou a aliança dos Templos. 


No periodo do cisma, as diferentes visões de controle do estado deram origem à U.T.R.. Unidos pela visão das famílias fundadoras, sob guia dos Reed, a U.T.R. rapidamente conseguiu se consolidar. Ao longo dos séculos, a U.T.R. teve muitas configurações de distribuição de poder. A configuração atual e última deixada pelos Reed consiste em três Grandes Templos.


Antes de deixar de existir, a família Reed deixou um sistema de três grandes templos administrativos. Cada representante de um Grande Templo, além de líder é um agente controlador dos demais templos, uma espécie de triunvirato parlamentar. Estes representantes são eleitos e devem escutar e atender aos demais líderes dos outros templos menores que formam os Grandes Templos. Todos os cargos de liderança são cargos democráticos, definidos por votação e, em alguns casos, votação somado à tradição dos costumes individuais de cada templo. O senado abriga os líderes de cada Templo, alem dos gestores de cada distrito. Diferentes colônias possuem bandeiras e costumes próprios e seus representantes são senadores de cada distrito. 



Grandes Templos

Cada um dos três Grandes Templos possui a soma de templos menores, distribuídos aos longos dos planetas pertencentes a U.T.R.

Os Grandes Templos não possuem um limite de templos sob sua administração. Caso algum movimento social leve a criação de um novo templo, seu papel social define sob qual administração ele vai ficar. 

Estrutura U.T.R.

Os Templos têm um papel social importante na U.T.R.

Além de expressar sua devoção a uma entidade, muitas vezes define o papel do indivíduo na sociedade, sempre partindo se suas vontades e visão de mundo.

Atual configuração dos Templos

O Grande Templo da Sabedoria

O Grande Templo da Proteção

O Grande Templo da SAÚDE


O Cidadão U.T.R.

O cidadão da U.T.R. desempenha seus papéis cotidianos de maneira praticamente igual a que temos na realidade. A principal diferença é a presença de implantes cibernéticos e do apreço a símbolos e significado das coisas. 

Corporações possuem diversas instalações para produção de bens de consumo, alimentos, itens médicos e os setores bélicos. A presença de robôs é controlada pelos Templos, uma vez que são muito caros para serem produzidos, criando assim várias demandas de emprego para as pessoas. 

No setor de serviços, o cidadão U.T.R. é vaidoso, principalmente em ostentar os símbolos e sígnos pertencentes aos seus alinhamentos espirituais.

A moda é algo influente na U.T.R., pois tudo tem um significado, ilustra uma virtude, um feito na sociedade ou uma posição que foi alcançada. O Cidadão U.T.R. é bastante ligado aos bens materiais, de colares a aneis, implantes ou ferramentas de trabalho. As formas, cores e desenhos devem possuir um significado profundo e virtuoso.

As tatuagens também fazem parte do dia a dia de cada pessoa. Sagradas, muitas vezes suas disposições são únicas, sendo performadas por pessoas de alto escalão em um templo ou em uma família.   

O Mercado

O mercado da U.T.R. é livre, passando por regulamentação dos Templos, mas sem interferência. O livre mercado é algo muito protegido pela U.T.R., que luta para evitar qualquer tipo de monopólio. A concorrência de marcas é algo louvado e incentivado por toda a população. 

Dia a Dia

O dia a dia de cada cidadão UTR varia de acordo com sua posição, mas os aspectos constantes são de ir trabalhar, estudar, se divertir, comprar, atender caso queira os compromissos de um Templo ou de sua família e se relacionar com quem quiser.

A Família na U.T.R. é algo muito valorizado, as linhagens de sangue, ainda que sem intenção de qualquer tipo de controle, são acompanhadas com entusiasmos. As Junções de famílias são celebradas. Isso ocorre pelo sincretismo nas famílias, possuem máscaras específicas de cada família para celebração de eventos e festivais. Toda família possui um símbolo que as representa, e quando uma família se une a outra, um novo símbolo é cunhado ou se mantém com o símbolo de alguma das duas ja existente. É comum a presença de trajes, anéis, colares, armas, adereços e ornamentos específicos de cada família. Isso é muito celebrado e difundido entres os cidadãos da U.T.R.

Símbolos, escritas e ornamentos são cultuados no dia a dia U.T.R. Alguns Templos possuem escritas sagradas, utilizadas em ornamentos específicos. É comum ao cidadão ler em várias línguas e possuir diferentes escritos em suas roupas, adereços e tatuagens.

Facções

A U.T.R. é formada por diversas facções. Cada Nucleo, seja administrativo, familiar ou empresarial, acaba possuindo uma facção.
Dentro dos Templos, podem existir diferentes visões ou alinhamentos com relação a visão espiritual. Isso é comum e não controlável.  Atualmente, o melhor exemplo é o Templo da Caçadora. Em sua composição existem mais 5 facções. A mais famosa são os caçadores e caçadoras Kier. Venerados por todos os cidadãos da U.T.R., os membros de Kier seguem a doutrina de Aella Kier, antiga caçadora dos templos da colonização. Além desse caso, outros Templos, como o Templo dos Forjadores, possuem facções especializadas em diferentes artes de produção. Nas famílias, facções de comerciantes se dividem em diferentes papéis ou presenças nos mercados disponíveis.

O grande número de facções acaba gerando também um complexo submundo. O crime organizado se manifesta cada vez mais na U.T.R..

  Atualmente, o Governo se divide em manter os esforços de guerra contra a U.P.N. e lutar contra as facções do crime organizado.

Sistemas ESTELARES

Todos os elementos citados acima ocorrem nas cidades dos vários planetas da U.T.R.

Os planetas se dividem em diferentes papéis de atuação, alguns planetas têm um perfil mais agro, outros, mais bélicos. 

Os planetas possuem poucas cidades e geralmente uma cidade é grande e se destaca.

O processo de colonização, normalmente, dá origem à criaturas, parte do sistema de terraformação, nada amistosas à presença dos novos humanos. Infelizmente, esse aspecto do processo de terraformação não foi resolvido. É comum as cidades terem barreiras, que as protegem dessas possíveis criaturas, que podem vir de diferentes formas e tipos, mas sempre com um grau de letalidade aos habitantes das cidades. 

Uma das profissões mais perigosas é a explorador de novos locais para construção de cidades, após a terraformação dar condições de habitação básicas.